/ Retalhos de Inspiração: Setembro 2012

domingo, setembro 23, 2012

Camisola amarela

Hoje, meio às minhas velhas lembranças,
encontrei, cheia de manchas do tempo,
a bela camisola amarela
das nossas núpcias (frustradas).

Abracei-me a ela... e uma lágrima rolou pela face.
Senti tua presença, ainda viva na minha memória.
Lembrei-me das tardes ensolaradas,
quando, de mãos dadas, passeávamos.

Ah! Quanta crueldade a vida nos faz.
Um amor lindo fora decepado cruelmente.
Mas ele não morreu, as raízes ficaram
para que um dia ele possa renascer.
E o amor, adormecido ao lado da saudade,
assim ficará, até que a morte os separe.

E, assim fiquei,
abraçada à camisola envelhecida pelo tempo,
mas, ainda nova nas minhas recordações.
Adormeci, para que os sonhos e os desejos
nunca se apaguem!

Copyrigth © 2011 by Lys Carvalho
All rights reserved.