/ Retalhos de Inspiração: Junho 2010

segunda-feira, junho 07, 2010

Fantasma


Tu somes no nevoeiro de uma tarde fria,
como um passarinho volta para o ninho.
E eu, entristecida, não consigo esquecer
tuas juras de um amor puro, nas tardes
frias e nebulosas dos nossos momentos.

O tempo não apagou a dor nem a saudade.
Em cada momento,
um desejo irresistível de que voltes.
Aquela imagem do teu retrato na parede
enlouquece-me, deixando viva tua presença.

Quantas lembranças ainda resistem,
nas desilusões de um tempo ido.
Mas, a saudade teima em relembrar,
como se nunca adormecesse.

Desperta-me da nostalgia
que assombra meus dias e minhas noites,
como um fantasma vivo e impertinente.
Faze meu coração sorrir.

Copyright © 2010 by Lys Carvalho
All rights reserved.