/ Retalhos de Inspiração: Maio 2011

quarta-feira, maio 25, 2011

Delírio

Pousar meus lábios nos teus,
à procura de tu’alma.
Sem pressa, buscar o paraíso!
Juntar meu corpo ao teu,
entregando-me aos teus desejos...
Esquecer o passado e velhos amores,
viver contigo novas emoções.
Vem! Te faças meu,
ouve o pulsar de nossos corações,
saciemos nossos lindos e infinitos desejos...
Quero-te, minha vida,
minh’alma a ti já entreguei!
Copyright ©2010 by Lys Carvalho
All rights reserved.

Cruel tempo

O sol brilha no céu cinzento
Os sinos batem
A lembrar as horas que passam...
Sons que ecoam
Entre fumaças
De um vaivém de carros...

Manhã linda,
Lembra o passado,
Quase que esquecido.
Amores que se foram
Saudades perdidas...

Hoje, uma lembrança vazia
Ainda me faz recordar
Dos doces beijos que dei...
Já nem sei a cor dos olhos
Nem a tonalidade da voz.
Mas ainda lembro
Do cheiro das rosas
Que um dia ganhei...

Mas, o cruel tempo
Apagou as lembranças
E esqueceu a saudade...
Os sinos tocam
E os sons se perdem..!!!

,

Copyright © 2008 By Lys Carvalho
All rights reserved.

Bebida dos deuses

É nobre, invade a alma,
toma conta do ser,
manipula as sensações.
Seu sabor e cheiro são irresistíveis.
Delírio dos amantes!
Degustado à luz de velas,
envolve carícias apaixonadas,
numa troca de sintonias,
Na leveza do seu paladar,
o vinho é emoção e viagem!
Seja  branco, espumante, ou tinto,
leva-nos da Paz até à Paixão!

Copyright © 2010 by Lys Carvalho
All rights reserved.

domingo, maio 22, 2011

Um dia

Um dia teu amor irá sorrir
como a beleza das flores na primavera!
Então, roubarei dos céus todas as estrelas,
para que possam iluminar teus caminhos,
pois só assim, encontrarás meu coração.
Copyright © 2011 by Lys Carvalho
All rights reserved.

sexta-feira, maio 20, 2011

Vá embora, saudade.

Ah, se a saudade fosse para bem longe,
só para deixar o coração calmo e sorrindo!
Ah, se a saudade não fosse tão doída,
talvez, quem sabe, ela pudesse ficar!

Mas, a saudade é forte demais,
machuca, maltrata e envelhece
a alma e o coração.

Vá embora, saudade, me deixe quieta,
a solidão já é boa companheira!

Copyright © 2011 by Lys Carvalho
All rights reserved.



domingo, maio 15, 2011

Meu homem

,
Quão impossível é este amor.
Ah! Meu homem,
quão desejosa estou dos teus toques...

Ah! Menino-homem,
quanto tempo esta mulher te espera
sonhando, fascinada e
idolatrando este amor.

Mas, o mar nos separa.
Recolho-me nas incertezas,
embalada na minha solidão e saudade.
Acabaram-se os momentos prazerosos,
quando um simples olhar
fazia-me feliz.

Só uma certeza embala meus sonhos:
a esperança de um dia
aconchegar-te nos meus braços,
e a ti entregar este sublime amor.
Amar-te, amar-te e amar-te, para sempre.

Copyright ©
2011 by Lys Carvalho
All rights reserved.

Por quê?

Não sei ainda durante quanto tempo,
terei que implorar por teu amor.
A fadiga já cresce no meu coração.
Meus momentos de saudade já esgotam
minha alma e meu ser carente.
O tempo corre como um vento,
e a cada dia, as lembranças se apagam.
Aquele amor primeiro já não pulsa
com a mesma paixão e ardor...
Sem teu amor,
eu caminho solitária,
sempre à espera dos teus beijos e abraços.
Negas tudo, sempre,
com o teu silêncio.
Por quê?

Copyright © 2010 by Lys Carvalho
All rights reserved.